segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Os mundos de mim

Dentro de mim existem dois mundos,
mundos opostos dentro de uma coisa só.
Nunca há uma decisão sobre qual deles vai prevalecer.
Tenho meu carinho especial por um,
mas o outro - teimoso - insiste em permanecer por mais tempo,
eu ralho, mas ele diz que é tudo culpa da vida.
Ela manda e ele faz.

Dois grandes mundos opostos dentro de uma coisa só.
Me cansam, me tiram a força
e raras vezes me excita a grande agitação.
Tenho imensa raiva de um deles, ele me acaba,
mas é o mais presente em várias horas,
meu grande e chato companheiro.
Enquanto o outro - meu preferido - é relapso e ausente,
tão distante de tudo.

Dois mundos opostos,
sentidos de maneira inversa,
estão em briga - alheios a minha vontade -
em briga constante pelo domínio,
um domínio dentro de mim.

2 comentários:

Tyaguim disse...

Curioso por especificações desses mundos!!!

Lô Dornela disse...

Olha, complicado especificar esses mundos!!! Todos tão cheios de suas INdefinições. Oq posso dizer é que um deles é sombrio, real e mais possível. O outro é doce, quase inatingível e desejável...
Não sei, acho que é isso... Acho que enfim, todos nós, possuimos vários mundos dentro de nós, onde transitamos sempre ao longo de nossa vida.