sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Rapidinha

............Os dedos deslizavam na nuca enquanto a língua se entrelaçava a uma outra dentro das bocas. Duas mãos se empenhavam com movimentos circulares nas duas concentrações de carnes macias das nádegas. Os lábios molhavam o pescoço e de outro lado os dentes mordiscavam o pé da orelha. Quatro mãos trabalhavam apressadamente, duas concentrando em abrir um zíper e as outras em se livrar de uma outra peça. Um movimento frenético balança os quadris que agora eram uma coisa só. Num crescimento acelerado, chega ao seu ápice, para logo parar.
............Apressados, se ajeitaram, antes que algum dos celibatários os surpreendesse.

2 comentários:

SAULO PRADO disse...

Sem guardanapo para dizer que gostei
Faço um único comentário seu texto assimilei

Me desculpe a rima barata

Tyaguim disse...

Bem rápida mesmo...

Gostei dos detalhes. Gosto de nuca, nádegas, narizes(bem feitos) e qualquer coisa FEMININA que tenha "n".

Grato pelas visitas Lorena.
Forte abraço...