sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Dois, de amor

Enquanto ela mexia o café, olhava o cabelo dele que precisava de corte. Ele sabia que ela olhava e continuou ignorando, para fazer charme, mas enfim sorriu e levantou o olhar piscando para ela. Tudo naquele momento estava perfeito. E ela suspirou agradecida pelas horas em que tudo se resolvia com beijo. Pessoas são complicadas e era raro encontrar alguém no mesmo compasso. Mas eles se esbarram e se reconheceram em meio ao turbilhão da vida contubada, pois - tanto ele quanto ela - eram espertos. Oportunidades sempre surgem, basta aproveitá-las. Às vezes levar uma vida triste era questão de cegueira. Mas eles eram espertos, por isso felizes. Dois raros que juntos eram um perfeito.
.............................................................................
PS.: Quis que o primeiro post do ano fosse sobre algo bom para alimentar minhas esperanças de que um dia vou conseguir o que eu quero. Tento ser esperta, enfim... :) Quem não tenta?

4 comentários:

Giovana Vincenzi disse...

Seu blog é maravilhoso! Você escreve MUITO bem!! Adorei!

Tá add nos favoritos do Blog do Barzinhos!

Bjs e muito sucesso!
Giovana

www.blogdobarzinho.blogspot.com

Giovana Vincenzi disse...

Lady Lô, você ganhou uma fã!

Quando vc vier pra Sampa ou eu for pra Goiânia, tomaremos um Lambrusco depois do show! :oD

Em breve, teremos mais artigos sobre as pérolas musicais da MPB! :o)

Bjs e seja sempre bem-vinda ao Barzinho!

Giovana

Armindo Kehl disse...

Olá!

Belas palavras... Tomara que todos encontrarem pessoas assim...

Até me lembrou uma frase da música do Teatro Mágico.

"Os opostos se distraem, os dispostos se atraem."

Abração! O blog é muito bom!

Armindo Kehl disse...

Corrigindo... Hehehhe

"Tomara que todos encontrem pessoas assim"