terça-feira, 9 de setembro de 2008

Eu, um pouquinho

...........Quando ouvia que a gente amadurece com os tombos eu entendia, mas não absorvia. Mas hoje sei exatamente o que é isso.
............Aprendi que uma mesma história tem sempre duas versões, onde você é vilão ou mocinho, só depende de quem a conta. Na minha eu sou sempre a heroína, mas em algumas outras versões sou a megera. Talvez as duas estejam erradas, ou não, as duas estejam certas, todas as pessoas são um pouco de cada coisa. Quem vai dizer o contrário?
............Sou bem jovem, mas já passei por tanta coisa que vários amigos falam que dá para escrever um livro, e dá mesmo. Ainda bem, não posso dizer que minha vida é monótona, isso nunca. Já sorri, já chorei e já não senti nada, sinceramente não sentir nada é o pior estado. Alegria nem preciso comentar, a tristeza é ruim sim, mas ela é a maior professora de todas, com certeza
.............Aprendi muito com meus tombos, ilusões, enganações e decepções, mas também aprendi demais quando vi minha capacidade em ser má, em fazer sofrer, em vingar. Não que isso seja o certo ou o melhor caminho, só digo que aprendi assim, pois foi passando por isso que soube dar muito valor aos meus momentos alegres, as pessoas e principalmente a mim mesma, aprendi a me amar e ter respeito por mim.
............Hoje já sei certos caminhos, certas encrencas e o que mais me agrada: sou mais serena e sensata, a ansiedade já não me domina tanto e a segurança ocupa um lugar muito maior. Não tenho medo de dizer e fazer, sempre fui bem-humorada e procuro ser a cada dia mais, bem-humorada e educada, isso é bom para mim e bom para os outros, assim todos ficam bem.
............Tenho muita estrada pela frente e muitos sonhos não realizados, mas tenho calma suficiente para saber esperar e atrevimento de sobra para ir atrás do que quero, em qualquer aspecto. A decepção faz parte da vida, mas a submissão e o conformismo não, isso é fato para mim. E mais do que tudo: sorrir sempre - não para mostrar para os outros que se é feliz, mas porque está se sentindo assim – isso é fundamental.
............Hoje é totalmente diferente do que foi ontem, se sou mais feliz ou não, não é bem a questão. As situações sempre são outras, mas quando relembro agradeço por estar nesse ponto que estou.
............Sim, estou melhor, muito melhor, pois sou uma pessoa melhor agora, procuro não me arrepender de nada e nem sentir raiva de outras pessoas, porque esses sentimentos de arrependimento e ódio vão nos corroendo aos poucos. O que sei é que aprendi o perdão e a não cometer os mesmos erros, não magoar e fazer sofrer, bem como não me magoar e não me permitir sofrer.
............É a vida! E há quem diga que ela dá voltas, eu acredito na teoria da montanha russa, altos e baixos, às vezes passando pelos mesmos pontos. Esqueça os baixos, aproveite os altos e se algo tende a se repetir é porque tem algum motivo (não é mesmo?).
............Apenas, viva!

Um comentário:

Srta Dornela disse...

Complemento:

“Tendemos a criticar nos outros o que rejeitamos em nós mesmos”